Alta Performance com WordPress

Wordpess Alta PerformanceRecentemente passamos por alguns problemas de performance do WordPress em sites com muitos acessos, que consegui resolver com o plugin W3 Total Cache. Mas percebi que teria de estudar mais sobre o assunto e entender se estava fazendo tudo realmente certo. Foi então que o Workshop Alta Performance com WordPress com Elcio Ferreira, da Visie, apareceu na hora certa. Na última Quinta-Feira, 28/06/2012, estive presente no evento e resolvi compartilhar com vocês algumas coisas que aprendi.

Como analisar a performance do site em WordPress

Existem várias ferramentas (YSlow, Page Speed, Chrome Inspector) que permitem analisar o tempo de carregamento do site feito em wordpress, mas a que utilizamos no workshop foi o YSlow, um complemento que você instala no navegador.

YSlow

No YSlow é possível verificar o tempo de carregamento, a quantidade de requisições feitas e a ferramenta ainda fornece boas dicas de como melhorar o tempo de carregamento. É recomendado sempre antes de tomar qualquer atitude, analisar o que pode estar causando a lentidão do carregamento de seu site, e fazer o teste no YSlow é o primeiro passo para tentar identificar o problema.

Multi-mechanize

Outra ferramenta para teste apresentada foi Multi-mechanize, que faz o teste de estresse no servidor pra ver quantos acessos simultâneos seu site suporta. Achei muito legal essa ferramenta, pois apresenta muitas informações do que acontece com seu site durante o pico de acesso especificado por você ao configurar o teste. Ela mostra o tempo máximo e mínimo de carregamento da página, quantas páginas foram servidas, e a quantidade de acessos que seu servidor aguenta etc. Além de ser uma ótima ferramenta para sua análise, é uma ótima forma de mostrar ao cliente a melhora de performance que seu site obteve.

Boas práticas para desenvolver um tema WordPress

Após analisar seu site, você vai perceber que é possível melhorar muita coisa na parte de codificação do seu tema, antes de precisar tomar atitudes mais severas. Poderíamos ficar um dia inteiro falando de boas práticas de desenvolvimento, Elcio nos apresentou as principais e nos forneceu um link que mostra mais afundo como fazer isso. No Yahoo Developer tem uma lista de boas práticas de desenvolvimento. Outra coisa muito importante citada foi diminuir as quantidades de queries na hora de chamar os posts, como o WordPress é feito em PHP, Elcio recomendou estudar boas práticas de desenvolvimento em PHP. Desenvolver o seu tema seguindo as recomendações de boas práticas já ajuda bastante no tempo de carregamento.

Caching – Criando conteúdos estáticos

Se mesmo com as boas práticas de desenvolvimento o site ainda apresentar lentidão, você pode instalar o plugin wp super cache. Este plugin vai criar uma página estática com extensão html, assim o usuário vai acessar a página sem precisar executar o PHP e todas as queries no banco novamente, isso vai ajudar e muito no carregamento das páginas. Se quiser melhorar ainda mais, ou se você utiliza conteúdo dinâmico, você pode instalar o w3 Total Cache, ele pode fazer o cacheamento do banco, objetos, minimizar os arquivos css, js e html, se quiser saber mais sobre esse plugin, eu escrevi um artigo falando como melhorar a velocidade do WordPress com W3 Total Cache.

Infra-Estrutura

Na parte de Infra-estrutura não é bem minha especialidade, mas vou tentar falar um pouco do que o Elcio nos mostrou.

Apache

A primeira dica é fazer uma série de configurações no apache para melhorar o desempenho do seu servidor. Segue um link com algumas configurações do Apache.

MySQL

É muito importante o desenvolvedor diminuir a quantidade de queries, mas o responsável pela infra-estrutura também pode fazer alguns ajustes e verificar se tem alguma query sobrecarregando o servidor. Basta configurar o arquivo log_slow_queries para descobrir qual query está causando lentidão. Para saber mais como otimizar a performance do MySQL.

Instalação do Nginx

Nginx é um servidor de proxy de alta performance criado por um programador russo em 2005. Achei fantástico a instalação desse servidor, apesar de ser russo, parece ser bem fácil de configurar e existe uma documentação sobre ele no codex do WordPress documentação Nginx WordPress

Elcio no workshop Alta Performance com WordPress

Elcio no workshop Alta Performance com WordPress - Foto por twitter.com/pcajunior

Essas são algumas das configurações possíveis de serem feitas para melhorar seu site em WordPress, mas muito cuidado, não necessariamente você terá que fazer isso para todos os sites, existem inúmeras formas de melhorar a performance, cabe a você analisar e utilizar o que realmente seu site está precisando.

O Workshop foi muito importante pra me ajudar a entender por que acontece a lentidão em alguns sites em WordPress e como analisar e aplicar a melhor ação. É sempre bom participar desse tipo de evento para renovar as ideias e estar sempre melhorando e criando sites cada vez melhores.

Obrigado ao Elcio e o pessoal da Visie por compartilhar o conhecimento.

Newsletter

Cadastre-se Agora!

Artigos Similares

Djalma Toledo

Técnico em eletrônica formado pelo CEPHAS de São José dos Campos. Autodidata em XHTML, CSS e WordPress no qual se especializou nos últimos anos. As vezes arrisca uns códigos PHP e jQuery. Também é montanhista e músico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *